2006/11/07

Oito meses ...

A lobita nasceu á oito meses e uns dias, desde então tem sido uma descoberta constante é como renascer, como aprender a viver novamente mas com a vantagem de termos todos os conhecimentos adquiridos. Tem sido realmente uma experiência única, e pelo facto de a nossa bebé requerer determinadas atenções e terapias foi necessário um ajustamento para que o conforto e o bem-estar estejam salvaguardados desde já, pois havemos de vencer esta batalha …
Temos feito muita terapia aqui em casa, de manha, ao meio do dia e á noite….ou seja a toda a hora que a fofinha se e
ncontra acordada…. Mas….pela primeira vez conseguiu agarrar num pé sem ajuda…foi realmente lindo…acho que ela se assustou com a minha cara de alegria e uma lagrimazita no canto do olho…mas espero que seja a primeira vez de muitas….
A nossa consulta de fisiatria, foi simplesmente horrível, o médico nem tocou na lobita, e mal olhou para ela, simplesmente falta de profissionalismo, de carácter eu sei lá que mais…mas vamos ter que resolver a situação doutra forma…foi a pior consulta que tivemos até hoje…temos que dar uma lição a este Sr. Dr….
Por isso por aqui estamos como num baloiço, uma coisa boa numa ponta e uma coisa menos boa na outra, mas não podemos parar e as coisas boas tem que ser enaltecidas, para desta forma a nossa luta ter um sentido e um rumo.


Ainda não é Dezembro, mas já paira qualquer coisa no ar, já nos começamos a lembrar da lareira, da consoada, da família, e de receber uns postais bonitos, visitem a lojinha da Mónica, que é uma pessoa especial e que tem postais lindos pintados com a boca.

E sempre de louvar as boas iniciativas, e os bons projectos, espero que assim seja o caso da Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras –Raríssimas.

14 comentários:

Grilinha disse...

Enriqueceste muito como ser humano, não foi, minha linda?
A tua menina será fantástica e reflectirá o ser humano maravilhoso que tem como mãe. Agarrar o pé, é muito importante, demontra flexibilidade...muito bom. Parabéns à Alcateia. Um beijo ternurento para vocês.

smeagol disse...

pois, doutores, somos um país de doutores...e engenheiros,amarelos e outros!enfim, qt a isso nada mais digo,quero reflectir sobre as vitórias da bébé, enaltece-las também!vamos ter muitas mais,escreves bem mãmã!simples, de bonito,bonito de sentimento!que refelctem as palavras...estados de alma e emoções, tão simples quanto isso!que o futuro começa agora,nas vitórias e nos sorrisos!e sobretudo no amor, sempre o amor!

smeagol disse...

reflectem,queria eu dizer,escrever!

cloinca disse...

É tão bom colher os frutos do nosso esforço e dedicação, não é linda?
A vossa luta diária pode ter momentos menos bons, mas depois todas as vitórias têm um sabor muito mais intenso!!
Fico feliz por vocês!
Quanto ao médico fisiatra... bem... nem comento. Infelizmente há maus profissionais em todo o lado... mas também há muitos fantásticos!! De certeza que vão encontrar um bom médico fisiatra para a Lobita!
:)
Quanto ao email, cá está: cloinca@tvtel.pt.
Estás à vontade para o que precisares!
beijões para vocês!!!

citizenmary disse...

Lobita: és um anjo! Não conhecia essa associação. Preciso de dados de lá. Não imaginas o que me ajudaste. Obrigado. Beijinhos para a Alcateia e parabéns especiais à Lobinha Pequenina.

Anónimo disse...

A vida nem sempre é como planeamos, mas os nossos filhos são aqueles que mais amamos, força para o vosso longo caminho. Vais ver que amanhã já agarra os dois pés...
Enquanto ao médico vai ser um dos muitos obstáculos que vais encontrar por isso força e não desistas...mas também vais encontar muitas flores para colheres!!!

Princesa Carolina disse...

ola mama:)

Infelismente ainda temos médicos desses , .
e que bom que agarra o pezito , trouxe muita alegria para voces e pra nos que queremos ver muitos progessos da tua princesa .
muitos beijinhos

paidopedro disse...

esses pequenos triunfos têm um sabor que nos alimenta realmente. torço por essa lobita pequenina... quanto ao médico, se não serve, procura outro. pelo caminho do pedro já ficaram uns 3. não precisamos de gente que nos incomoda na nossa equipa. precisamos que nos deêm força e nos façam acreditar... beijos e uivos para a alcateia.

Ludy disse...

Parabéns pelos oito mesese , parabéns por mais essa conquista! Que venham mais, e mais e mais...
Que falta de profissionalismo! Não desanime, vão encontrar um médico que dê jus ao nome!
Bjinhos para voçes

Sara a Princesa disse...

Olá amigas...

Boa Sara... vais ver que brincar com os pezinhos é muito divertido.

Quanto ao médico é melhor nem comentar mesmo... mas irão encontrar um bem melhor...

Beijocas...

monika disse...

Linda fiquei super feliz com essa noticia. Éspero que consigas mais conquistas rapidinho, ou melhor, que venha a seu tempo mas, que dure forever.

Beijinhos enormes para as lobitas

Bigada por anunciares o meu blog :$

A outra Smeagol disse...

Cada conquista é uma recompensa pela dedicação e entrega, da alcateia e de outros lobinhos que trabalham com vocês. Momentos que vivem com muita mais intensidade e alegria do que aquelas pessoas em que as evoluções são dadas como certas.
Pois é... o fisiatra... bem vinda à infeliz realidade de certos profissionais, procura outro e faz sentir a esse o porque (provavelmente ele não muda de comportamento mas se ninguem fala...). Faz-me chegar,pelo Smeagol, o nome do "Sr. dr.".
Continuem a lutar pois haverá mais conquistas.

aninhas disse...

fico muito contente com a nova descoberta da lobita. ela tem a mesma idade que o martim e ele também começa a pegar no pé com a mao esquerda, agora só falta a direita.... temos de ter calma com os nossos bebes especiais, cada passo é uma verdadeira conquista, temos é de ter muita paciência.

quando ao fisiatra deves procurar um com quem te sintas segura e que tenhas confiança em termos profissionais... eu conheço uns! se precisares de contactos avisa

beijinhos e parabens
aninhas e martim

mamã gaivota disse...

Descobri este blog, andando a saltitar entre blogs e não consegui deixar de postar.
Coragem papás. Há que viver cada dia. Há que ter sempre esperança.
Vocês fizeram sentir-me pequenina, por me recordar das vezes em que interiormente me queixo das noites mal dormidas, quando afinal, devia era dar graças a Deus.
Mas o infinito amor que vocês sentem e demonstram deve ser a chave da felicidade da vossa Lobita. Não substimem o seu poder.
Da minha impotência, fica aqui apenas algumas parcas palavras de alguém que ousa compreender o peso que carregais no coração. Um beijinho do tamanho do mundo.